CATEGORIA : Sec. Educação e Cultura
Por uma infância melhor

23/08/2019 às 07:30:00

As profissionais que integram a equipe técnica do Serviço de Acolhimento Familiar em Carazinho, Caroline Zanella e Luisa Cristina Proença, participaram, de 13 a 15 de agosto do III Congresso Internacional de Acolhimento Familiar em Curitiba.

Atualmente, pela nova lei de adoção, o acolhimento familiar é prioritário ao acolhimento em abrigos. Tal prioridade postulada pela lei, têm seus benefícios comprovados em pesquisas científicas, os quais foram expostos neste congresso por neurocientistas da Universidade de Harvard.

Dentre tantos achados, foi verificado que, cada ano que uma criança vive em um abrigo resulta em 4 meses de déficit cognitivo.

Em Carazinho, o serviço existe há 3 anos e conta, no momento, com 5 famílias acolhedoras.

“Buscamos aumentar este número de famílias, pensando na saúde emocional e nos direitos de nossas crianças. É nessa luta por uma infância melhor que pedimos a participação da comunidade, que não precisa ser necessariamente como famílias acolhedoras, mas também como multiplicadores desta ideia”, explica Caroline.

A equipe está a disposição para maiores esclarecimentos pelo telefone 3329-5027.


Fonte: Assessoria de Comunicação