Ir para o conteúdo

Siga
Prefeitura de Carazinho - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
28
28 OUT 2021
SEC. SAÚDE
Outubro Rosa: diagnóstico precoce salva vidas
enviar para um amigo
receba notícias

O mês de Outubro é marcado pela campanha de conscientização “Outubro Rosa” que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero.

O mês de Outubro é marcado pela campanha de conscientização “Outubro Rosa” que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero.

Diante disso, a Secretaria Municipal da Saúde traz algumas orientações sobre este tema tão importante, esclarecidas pela médica Mastologista, Dra. Marília Weissheimer Ferrari, que atua no Centro de Especialidades Médicas (CEM), realizando consultas a pacientes que possuem alguma queixa mamária ou apresentam alterações nos exames de imagem e são encaminhados através das Unidades Básicas de Saúde. Marília também realiza cirurgias para diagnóstico quando necessárias e em caso de doenças benignas das mamas. Sendo que nos casos de câncer de mama, os pacientes são encaminhados para o serviço de Oncologia do HCC para o tratamento com equipe multiprofissional.

Este serviço é um marco para a saúde das mulheres de Carazinho, que desde 2020 recebem este atendimento especializado ofertado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Conforme a Dra. Marília, o câncer de mama é o tumor mais comum entre as mulheres, atrás apenas do câncer de pele. Algumas atitudes e hábitos de vida podem diminuir a incidência do câncer de mama. Por exemplo, evitar a obesidade, alimentar-se de maneira mais saudável, com frutas, vegetais e leguminosas, praticar atividade física, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, amamentar e evitar o uso prolongado de alguns tipos de hormônios. Outros fatores de risco são imutáveis, como o histórico familiar e a presença de alguma mutação genética.

No Brasil, o Ministério da Saúde recomenda que mulheres a partir dos 50 anos façam mamografia a cada 2 anos. Já a Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda mamografia anual para as mulheres a partir dos 40 anos, visando ao diagnóstico precoce e a redução da mortalidade. A ultrassonografia e a ressonância magnética da mama são complementares e devem ser realizadas em situações especiais, de dúvidas diagnósticas ou de alto risco de desenvolvimento de câncer. Homens também podem ter câncer de mama, mas é uma doença mais rara nesse grupo.

Os sinais e sintomas mais frequentes do câncer de mama são: presença de nódulo endurecido na mama, edema (inchaço), retração ou vermelhidão na pele, abaulamento ou deformidade na mama, dor mamária, mamilo com inversão, retração, descamação ou ulceração, linfonodos aumentados nas axilas, secreção pelo mamilo, especialmente quando é unilateral e espontânea.

Fica a dica: faça sua mamografia regularmente. Diagnóstico precoce salva vidas!

Fonte: Assessoria de Comunicação
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia